CPERS reúne-se com secretário de Educação para garantir início de ano letivo sem falta de professores

17/01/2015 12:28

CPERS reúne-se com secretário de Educação para garantir início de ano letivo sem falta de professores

16 janeiro, sexta-feira, 2015 às 1:11 pm

Comentários
 

CPERS VIEIRA

A Direção Central do CPERS reuniu-se, na quinta-feira, 15, com o secretário estadual de educação, Vieira da Cunha, e sua equipe para cobrar a continuidade das nomeações dos professores, a brevidade da nomeação dos funcionários de escola concursados e a recolocação dos professores contratados, quando não houver mais Banco de espera para suprir o quadro das escolas. O objetivo é o de garantir que a partir do dia 26 de fevereiro, data em que inicia-se o ano letivo na rede estadual, não ocorra a falta desse profissionais. O secretário comprometeu-se em continuar as nomeações e solicitou a Procuradoria Geral do Estado – PGE a possibilidade de reconsiderar as dispensas dos professores contratados.

A presidente do Sindicato, Helenir Aguiar Schürer, expôs a importância de, primeiramente, garantir a nomeação dos concursados. “Solicitamos ao secretário que onde não houver mais concursados, busquem uma forma de tornar sem efeito o ato de exoneração e que façam a recolocação onde for verificada a necessidade”, observou. Helenir destacou ainda a importância da realização de novos concursos públicos para professores. De acordo com dados da Seduc, apenas as séries iniciais e a área de Humanas possuem Banco de concursados. “Nos últimos quatro anos, tivemos dois concursos. Também precisamos, com urgência, nomear os funcionários de escola que fizeram o último concurso, em dezembro do ano passado, e realizar processo seletivo para merendeiras e serventes de escola, uma grande carência verificada em nossas instituições”, observou.

Para repassar informações mais precisas aos professores concursados que aguardam a nomeação, a Direção Central solicitou a Seduc a lista dos aprovados por área e coordenadoria. Pediu também a lista dos contratados, seguindo os mesmos critérios.

Segundo informações da Seduc, o levantamento do quadro de professores por escola ainda não foi concluído, pois entre os dias 23 e 30 de janeiro ainda ocorre o ajustamento das matrículas. Além disso, o Departamento de Recursos Humanos da Secretaria está recebendo o levantamento dos municípios quanto ao banco de concursados.

Durante a reunião, o secretário comprometeu-se também em ampliar o turno integral nas escolas e efetivar o ProFuncionário. “A adesão ao programa ocorreu no final do último governo, devido a nossa solicitação. Atualmente, temos apenas pouco mais de 400 funcionários de escolas profissionalizados. Com a profissionalização, é possível avançar em conquistas como o Piso para esses profissionais tão importantes para as nossas instituições”, explicou Helenir.

A Direção Central do CPERS solicitou ao secretário a agilidade no agendamento da audiência com o governador José Ivo Sartori. “Nossa mesa de negociação apenas terá início quando formos recebidos oficialmente pelo governador. Tivemos esse comprometimento do secretário”, disse Helenir.

Por: Patrícia Araujo Cardon (CPERS/Sindicato)


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!